quinta-feira, 30 de abril de 2009

PIOR QUE A GRIPE SUÍNA


Por Muriel Marques, do blog da UMADCA


O Ministério da Saúde lançou uma página na Internet para orientar a população sobre a gripe suína. Além de informações técnicas e notícias, o site traz recomendações para quem vai viajar para as áreas atingidas pela doença. Na página, também é possível encontrar uma lista com os principais hospitais do País capacitados para enfrentar uma possível pandemia. Comum entre os porcos, a gripe suína é uma doença respiratória causada pelo vírus influenza do tipo A. Uma mutação deste vírus já provocou mais de cem mortes no México e se espalha pelos Estados Unidos, Canadá, além de países da Europa e da Ásia. No Brasil, ainda não há casos confirmados. As informações sobre a gripe suína podem ser acessadas pelo site do Ministério da Saúde, no endereço: http://www.saude.gov.br/. Essa é uma nota a respeito dos esclarecimentos por meio do Ministério da Saúde para acalmar e informar a população. Além de preocupar e cuidar do que se refere à nossa saúde física há outra coisa com a qual devemos urgentemente atentar: nossa saúde espiritual. O pecado é a doença da alma, o separador entre os homens e Deus, capaz de matar milhares de pessoas de várias formas que não se preocupam em uma prevenção e vida espiritual saudável prescrita nos ensinos bíblicos. Quando pecamos nos afastamos de Deus, aceitamos os prazeres imediatos e rejeitamos a vida abundante que Cristo tem a nos oferecer de forma santa, de acordo com sua perfeita vontade. Em Romanos 3.23 lemos que “todos pecaram e carecem da glória de Deus”, todos estamos “infectados” com esse mal, carecemos de um remédio eficaz. Somos recompensados por nossas escolhas, colhemos tudo o que plantamos. A Bíblia nos ensina qual o salário do pecado em Romanos 6.23: a morte. Então o pecado se apresenta como uma ameaça fatal, tendo como destino o inferno. Mas como escapar desse diagnóstico? A boa nova está no fato de Cristo ter assumido o nosso lugar de pecador, assumindo em si a nossa merecida punição, sendo Ele santo e sem pecado, morreu em nosso lugar, pagando a nossa dívida. “Pois também Cristo morreu, uma única vez, pelos pecados, o justo pelos injustos, para conduzir-vos a Deus” (1 Pedro 3.18). E para receber essa tão maravilhosa graça, para e ser absolvido dessa cruel sentença que aguarda cada pecador, existe uma linda condição: “Se, com a tua boca, confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo.” (Romanos 10.9). Se você deseja receber a salvação, restaurar a comunhão com Deus, receba o que Cristo fez por você, acredite que a condenação já não existe mais para quem está Nele. Devemos sim cuidar da nossa saúde física, ter uma boa alimentação, praticar exercícios físicos, mas tudo isso será em vão se a nossa alma não estiver sendo bem alimentada, o corpo físico passa, mas a alma é eterna. Você pode escolher o destino da sua alma! “Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo” (Romanos 10.13)

domingo, 26 de abril de 2009

SÓ HÁ UM QUE DEVE SER EXALTADO.

Após dias de tensão, dias de ânimos exaltados por causa de coisas passageiras, vemos e veremos que todas as coisas passam assim como disse Salomão, não há nada de novo debaixo do sol. Mas uma questão é preocupante, o fato de os servos de Deus esquecerem-se de quem realmente merece exaltação e a quem devemos oferecer nosso louvror. O Senhor é quem deve ocupar o lugar mais algo em nossas vidas, pois ele é Deus.

Esqueça suas preferências humanas, pois os homens falham e nos decepcionam, mas o Soberano não, Ele é bondoso, justo, é amor, a Ele exalte.
Ele é a nossa preferência.

Abraço.

sexta-feira, 24 de abril de 2009

NÚMEROS DA ELEIÇÃO

imagem: CRBio



O resultado dos votos foram os seguintes:

Presidente
Pastor José Wellington Bezerra da Costa, 6.719 votos;
Pastor Samuel Câmara, 5.963.

Vices
1º vice – Silas Malafaia (RJ), 5.843;
Oscar Domingos Moura, 5.539;
Temóteo Ramos de Oliveira, 825.

2º vice – Ubiratan Batista Job (RS), 6.056;
Ival Teodoro, 5.643.

3º vice – Sebastião Rodrigues de Souza (MT), 6.212;
Sóstenes Apolo, 5.529.

4º vice – Gilberto Marques de Souza (PA), 6.263;
Pedro Lima, 5.594.

5º vice – José Neco dos Santos (AL), 6.315;
José Coutinho Guimarães, 5.420.

Secretários
1º secretário – Isaías Coimbra (RJ), 6.442;
Moisés Silvestre, 5.691.

2º secretário – Arcelino Brito de Melo (SC), 6.391;
Nilton dos Santos, 5.668.

3º secretário – Antonio Dionízio da Silva (MS), 6.502;
Domingos Junior, 5.525.

4º secretário – Isamar Ramalho (RR), 6.373;
Sebastião Fernandes, 5.590.

5º secretário – Roberto José dos Santos (PE), 6.313;
Valdomiro Pereira, 5.622.

Tesoureiros
1º tesoureiro – Antônio Silva Santana (SP), 6.026;
Jonas Francisco de Paula, 5.434.

2º tesoureiro – Josias de Almeida Silva (SP), 6.027;
Ivan Pereira Bastos, 5.629.

Conselho Fiscal
Joel Holder (RO), 6.410;
Israel Alves Ferreira, 6.341;
Perci Fontouro, 6.338;
Rinaldo Alves dos Santos, 6.337;
João Carlos Padilha de Siqueira, 5.914 (eleitos).

Samuel Lima dos Santos, 5.559;
Antônio José Azevedo Pereira, 5.467;
Jesus Vieira Vilandi, 5.402;
Moisés de Melo, 5.379;
Álvaro Além Santos, 5.220;
Samuel Rodrigues, 376;
Admar Vargas de Oliveira, 282.


quinta-feira, 23 de abril de 2009

O PRESIDENTE ELEITO DA CGADB


Através da rádio Web CPAD foi divulgado que o Pr. José Wellington é reeleito para presidência da CGADB.
Cremos que Deus esteve, está e sempre estará no controle. Não faço assim apologia ao candidato eleito, mas penso que o Senhor é aquele que direciona a igreja como quer.

" Presidente:

José Wellington Bezerra da Costa

Vices
1º vice – Silas Malafaia (RJ);
2º vice – Ubiratan Job (RS);
3º vice – Sebastião Rodrigues (MT);
4º vice – Gilberto de Souza (PA);
5º vice – José Neco dos Santos (AL).

Tesoureiros
1º tesoureiro – Antônio Silva Santana (SP);
2º tesoureiro – Josias de Almeida (SP).

Secretários
1º secretário – Isaías Coimbra (RJ);
2º secretário – Arcelino Melo (SC);
3º secretário – Antonio Dionízio (MS);
4º secretário – Isamar Ramalho (RR);
5º secretário – Roberto José dos Santos (PE)." Extraído do site Fronteira Final


Parabéns ao Pastor José Wellington e aos demais.

NOVO PRESIDENTE DA CGADB



Hoje saberemos o resultado.
Como é do conhecimento de praticamente todos os que passeaim pela blogosfera cristã, nesta semana acontece a 39ª AGO ( Assembleia Geral Ordinária), das Assembleias de Deus no Brasil para eleição da presidência da direção da CGADB, o evento tem acontecido no estado do Espírito Santo.
Notícias relativas à AGO têm sido divulgadas em grande escala na internet, um bom site que nos têm mantido informados sobre a Assembleia é o do Pastor Altair Germano e outros.
Nesta quinta feira será conhecido o resultado final das eleições, pelo que foi informado, no final do dia. A presidência da CGADB está hoje sob a responsabilidade do Pastor José Wellington Bezerra da Costa (direita),que tenta a reeleição, o candito que tambémmconcorre ao cargo é o Pastor Samuel Câmara (esquerda).

Os que puderem podem acompanhar a programação da AGO pela rádio cpad
Conheça mais sobre a CGADB, e os canditados à eleição para presidente acessando os links acima.Ainda hoje estará postado aqui o resultado do pleito.
Abraço.

quinta-feira, 16 de abril de 2009

O CRISTÃO E O MUNDO.

Hoje foi ao ar a primeira edição do programa de debates "O Cristão e o Mundo", com o propósito de se debater temas atuais à luz da cosmovisão cristã, pela rádio Web CPAD. O condutor do debate foi o Pastor Geremias do Couto, como debatedores o Pastor César Moisés, Silas Daniel e Alexandre Coelho.
O tema abordado na primeira parte da primeira edição do programa foi o crescimento numérico da igreja no Brasil, crescimento vertiginoso mas que não tem implicado em qualidade, em transformação na sociedade. Onde está o problema? O crescimento tem sido real ou apenas um inchaço passageiro?

Algumas considerações dos participantes:

Pr. Geremias do Couto, " A mensagem da igreja precisa ser centralizada na cruz"

Pr. Silas Daniel, "O crescimento qualitativo não tem acompanhado o crescimento qualitativo"
" Um dos problemas é o evangelho que se prega hoje nas igrejas, há muitos convertidos sem uma solidificação doutrinária"

Pr. César Moisés, " A igreja foi mais influente quando havia menor número de cristãos, os cristãos eram sérios quanto à sua conduta cristã."
" Tem acontecido mais adesões ao Evangelho que conversões"
" Se minha visão é apenas terrena eu vou trabalhar para ficar aqui, se minha visão é do céu eu vou trabalhar sabendo que há uma vida além da terrena"

Pr. Alexandre Coelho, " Muitos cristãos que deveriam fazer a diferença se deixam modelar pela conduta mundana"

Ótimo programa, se você pode acompanhá-lo faça-o, certamente Deus irá abençoa-lo.
Está aí um bom compromisso para termos toda terça e quinta de 13:00 - 14:00.

Abraço.

quarta-feira, 15 de abril de 2009

A ciência é onipotente?

É claro que a resposta é NÃO. No vídeo Willian Lane Craig mostra como um argumento racional explica isto.
Apesar de não ser dos dias atuais, retrata uma verdade universal: que a ciência não explica tudo.
O fato de a ciência não explicar tudo não implica como prova da existência de Deus, mas mostra a limitação do homem frente as grandezas criadas, colocadas por Deus em perfeita ordem e harmonia para o perfeito funcionamento do universo. Para os que querem se achegar a Deus é necessário que o façam com fé e não através de métodos humanos, independente de crermos ou não Ele é, e a crença do homem nEle nada implica em Sua existência,.

As dificuldades da ciência em explicar algumas coisas está na complexidade destas coisas (a criação) que, como relatado em Romanos cápitulo primeiro, apontam para a grandeza de Deus, por isso, nenhum homem é indesculpável, o universo "grita" o nome de Deus apontando-O como seu Criador, dentro do homem há um clamor por aquele que maravilhosamente deu-lhe vida, cabe ao homem se curvar diante dEle.

"Um pouco de ciência nos afasta de Deus. Muito, nos aproxima" - Louis Pasteur

terça-feira, 7 de abril de 2009

UM GRAVE PROBLEMA

Ouvi-se dizer que um dos maiores problemas do Brasil é a questão do educação, ensino de qualidade; veiculam propagandas na televisão que mostram o empenho do governo federal em promover a educação no país. Verdade ou mentira? Será verdade que os governantes de uma nação querem extinguir o analfabetismo e formar um povo letrado? Ou não seria mais cômodo deixá-los como estão, fazer o mínimo para que se possa manipulá-los com mais facilidade segundo o interesse de uma minoria?
Bem, o alvo da postagem não é este, aqui cabe apenas uma reflexão que, talvez, se aplique ao mundo cristão: Os líderes religiosos desejam ter um povo como os cristãos de Beréia ( At. 17.10,11), homens e mulheres que conferiam tudo o que ouviam com a palavra de Deus? Penso que alguns não. Há aqueles que realmente não estabelecem um ensino de qualidade na igreja por ignorância, estes precisam ser instruídos com amor, mas em tempos como o nosso este número não é tão grande assim; há também os negligentes que não investem na educação do rebanho por falta de dedicação, é melhor "pregar" e "ensinar" só algumas coisas do que nutrir os cristãos com comida sólida, é claro que não se aplica aqui o real signiaficado de pregação e ensino pois se exercidos em conformidade com a Bíblia nossas igrejas estariam muito bem dotadas, mas há também os que sabem do "perigo" de ensinar a Verdade que liberta (Jo 8.32) e priva o povo do conhecimento para que seja mais fácil a tarefa de manipulá-los, não ensinam a Verdade pois ela não deixa o ouvinte sujeito ao jugo do homem, pelo contrário, Ela nos leva a abraçarmos a cruz de Cristo e a que nos está proposta para nossa carreira, só que, com prazer, pelo fato de conhecermos a verdadeira razão de nossa fé e fixarmos os olhos no Alvo.

As escolas dominicais não são frequentadas como os cultos de domingo, o público disposto a ouvir um grande ensinador não atinge a décima parte, com muito otimismo, os que que lotam estádios e templos para ouvirem os conferencistas internacionais.
E é em meio a inocentes, negligentes e lobos manipuladores que inúmeros cristãos crescem sem conhecimento e ainda passam adiante sua falta de conhecimento, que não está totalmente ligada à responsabilidade dos líderes, pois todos tem acesso às Sagradas Escrituras e podem entendê-la quando buscam em Deus a revelação das verdades ali contidas. Porém se há uma grande massa mal ensinada é culpa dos líderes; os poucos que leem o Livro Sagrado, a fim de buscar a verdade, podem tornar-se divulgadores de mentiras, revolucionários, rebeldes, não por serem, mas por proclamarem a Verdade escondida de muitos.
Se empenhe em estudar a Palavra de Deus para que você seja um valioso instrumento nas mãos de Deus para ensinar Sua Palavra, sabemos que os mestres receberão maior juízo ( Tg 3.1), mas aqueles que se esmeram para ensinar a Verdade com pureza podem descansar naquele que os chamou.
Fica aqui algumas indicações de ótimos sites para aqueles que querem se empenhar no mesmo caminho de Jesus, o ensino de qualidade que transforma vidas:


"Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém" (Mt 28.20)

sexta-feira, 3 de abril de 2009

RESPOSTA AO LEITOR

Sou grato a Deus por cada pessoa que tem frequentado este pequeno espaço na internet e lido os textos aqui publicados.E, depois das férias, volto trazendo uma opinião de um dos frequentadores do blog.
Neste post respondo a uma leitora que expressou sua opinião diante de uma postagem que fala sobre o budismo e a Bíblia:

“Olá JP.

Você não me conhece, mas estava pesquisando sobre a filosofia budista e encontrei um linkk do seu blog.Bom, admiro a sua preocupação em estudar o budismo antes de falar dele. E respeito muito o que vc disse. Afinal alguém importante disse um dia : "Não concordo com uma palavra do que dizes, mas defenderei até o fim o direito de dizer."Nãoq ue eu não esteja concordando com tudo, mas uma encucação me fez escrever esse comentário: porque você chama buda de satanás? Afinal, ele poderia não conhecer Cristo não é verdade? Ele não nasceu antes? A cultura hebraica nem estava presente em seu território, estava?Outra coisa: algumas coisas diferem dos ensinamentos cristãos, mas o fundamental não era o ensino do amor, da paz e do respeito? Sendo assim, a busca pela paz interior não seria uma forma diferente de fazer o que Jesus nos ensinou?Da mesma forma que algumas pessoas passaram a seguir o budismo porque não concordavam com o hinduísmo, algumas não seguem o cristianismo porque preferem o budismo. Somos livres para seguir aquilo que nos leva a encontrar a paz. Se algumas pessoas não encontram isso na Igreja a culpa é nossa, que não as mostramos todo o amor que Nosso Pai tm por elas.Sabe de uma coisa? Eu acredito que Deus é meu Pai, sim. Mas eu o vejo em quase todos os lugares. Ele está na cachoeira da minha cidade, está na flor do meu jardim, está nos olhos da afilhada que acabei de ganhar. Para mim, Ele não é um velhinho de barba grande, mas foi Ele é meu criador.Quando for evangelizar, não menospreze a cultura do outro. Apenas mostre os benefícios da sua e o motivo pelo qual você a segue com tanto fervor. Proporcione à pessoa a possibilidade de sentir o que você sente.
Milady "



Olá Milady,

Fico grato por ter lido a postagem e ter comentado, peço desculpas pela demora em responder, só agora achei o momento adequado para fazê-lo.
Vamos à resposta:

"Não concordo com uma palavra do que dizes, mas defenderei até o fim o direito de dizer."
A frase de Voltaire é inteligente, realmente todos temos o direito de falar o que pensamos, de expressar nossas convicções, resta saber se são verdadeiras ou não.



“Porque você chama buda de satanás?”
Se você verificar bem a frase verá que eu não o fiz, o texto dizia o seguinte: “deram ouvido a esta nova faceta de Satanás”, a frase indica que Buda foi apenas um meio pelo qual se difundiu mais uma crença falsa acerca da natureza humana e da personalidade de Deus. Não sou Deus, mas posso ser um canal usado por ele para levar sua mensagem a outras pessoas, da mesma forma Gautama não era Satanás, mas foi um canal para divulgação de sua mentira. O motivo pelo qual classifico o budismo como mentira é porque ele vai contra a Verdade, a Verdade absoluta da existência de Deus como pessoa, da vida após a morte e impossibilidade de reencarnação e outros.

“Afinal, ele poderia não conhecer Cristo não é verdade? Ele não nasceu antes? A cultura hebraica nem estava presente em seu território, estava?”
È verdade que Gautama nasceu alguns séculos antes de Cristo; mas isso impossibilita que uma pessoa se achegue ao Deus Verdadeiro? Não.

Como era um homem estudioso, certamente, leu a respeito da grandiosidade do Deus dos hebreus, dos acontecimentos que envolviam aquele tão grande povo, com certeza tinha tomado conhecimento dos fatos do Egito envolvendo Israel e outros acontecimentos, é quasecerto que leu sobre a história daquele que povo monoteísta que vivenciou grandes e extraordinários milagres.
Segundo o filósofo Francês Monstesquieu em sua notável obra "O Espírito das leis, o homem está sujeito a leis naturais, acerca do assunto ele deixou registrado o seguinte: “leis da natureza, assim chamadas porque derivam unicamente da constituição de nosso ser”..... “Esta lei que, imprimindo em nós a idéia de um criador, nos leva em sua direção, é a primeira das leis naturais por sua importância...”
Mesmo sem o conhecimento da revelação de Deus aos hebreus, qualquer homem poderia, e pode, ter o conhecimento de Deus e relacionar-se com Ele, nós o fazemos e o conhecemos também através da exposição da Bíblia Sagrada, mas aqueles que a ela não tem acesso, têm dentro de si um impulso natural que nos leva a buscá-Lo, afinal todas as coisas criadas apontam em Sua direção, a perfeição do universo e grandeza das obras por Ele constituídas nos fazem crer em Sua existência e nos impulsionam a nos relacionarmos com Ele.
Monstesquieu ainda afirma que ,“aqueles que afirmaram que uma fatalidade cega produziu todos os efeitos que observamos no mundo proferiram um grande absurdo: pois o que poderia ser mais absurdo do que uma fatalidade cega que teria produzido seres inteligentes? Existe, portanto, uma razão primitiva; e as leis são as relações que se encontram entre ela e os diferentes seres, e as relações destes diferentes seres entre si.Deus possui uma relação com o universo, como criador e como conservador: as leis segundo as quais criou são aquelas segundo as quais conserva. Ele age segundo estas regras porque as conhece; conhece-as porque as fez, e as fez porque elas possuem uma relação com sua sabedoria e sua potência."
Deus se revela na perfeição das coisas criadas, Sua criação é sem igual e a constância da ordem do universo só pode ser sustentada por Ele.

“Porquanto o que de Deus se pode conhecer neles se manifesta, porque Deus lho manifestou. Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis; Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu. Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos.” (Rm 1.19-22)

“Outra coisa: algumas coisas diferem dos ensinamentos cristãos, mas o fundamental não era o ensino do amor, da paz e do respeito? Sendo assim, a busca pela paz interior não seria uma forma diferente de fazer o que Jesus nos ensinou?”
Não são algumas coisas dos ensinos de Buda que diferem dos ensinamentos de Cristo, são várias. Aqui na postagem que gerou seu comentário, você pode observar tão grandes diferenças.
A principal preocupação nos ensinos de Cristo era o da salvação eterna, todos os outros levam a este, a salvação é o principal objetivo da vinda de Jesus ao mundo. O Budismo não prega a salvação da alma, não prega condenação ou salvação eterna, tira do homem a responsabilidade de se voltar para o Seu Criador e Lhe conhecer como Senhor.
O amor e tudo aquilo que deriva dele só podem ser alcançados se primeiramente a pessoa amar a Deus, não se pode dizer que ama quando não se sabe o que é amor, amor é o que foi manifesto em Cristo Jesus: o sacrifício de uma vida pura em favor de uma humanidade pecadora. Quem daria o filho em lugar de malfeitores? Deus o fez, isto é amor. "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." (João 3 : 16)
Só há uma forma de fazer o que Jesus ensinou: seguindo-o. "Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim." (Jo 14 : 6).


Da mesma forma que algumas pessoas passaram a seguir o budismo porque não concordavam com o hinduísmo, algumas não seguem o cristianismo porque preferem o budismo. Somos livres para seguir aquilo que nos leva a encontrar a paz. Se algumas pessoas não encontram isso na Igreja a culpa é nossa, que não as mostramos todo o amor que Nosso Pai tem por elas.”
Sua afirmação está coberta da razão quando diz que somos livres, realmente somos para escolhermos o que quisermos, pessoas optam por esta ou aquela religião, este ou aquele prato de comida, este ou aquele caminho, porém, a liberdade de escolha que temos não implica em dizer que faremos a escolha certa, também não implica que qualquer escolha seja boa, basta analisar racionalmente nosso dia a dia, às vezes tomamos decisões que nos colocam em situações difíceis, escolhemos livremente, mas temos que responder por nossas atitudes.
Em relação ao nosso relacionamento com Deus é mais sério, pode não ter volta quando fazemos uma escolha errada.
Com relação à paz, a verdadeira só pode ser encontrada naquilo que é verdadeiro, só podemos ter paz real quando conhecemos e saciamos o desejo de nossa alma que é o ter intimidade com quem a criou. A paz que Cristo nos dá é a certeza que mesmo em meio às dificuldades da vida, doenças, mortes, guerras, crises e outros Ele está conosco e está no controle, pois é Soberano e pode intervir como quiser e no momento que desejar, quando temos plena certeza que estamos sob suas “asas”, mesmo que tudo à nossa volta esteja desmoronando, temos paz.
Concordo que muitas pessoas são privadas de um conhecimento antecipado de Deus por causa da falha daqueles que buscam servi-Lo, há falhas no viver dos filhos de Deus, em suas atitudes e testemunho diante daqueles que não conhecem o Criador, mas isso não é motivo para a desculpa de que algumas pessoas não tem culpa por não conhecerem a Deus, como respondi noutra pergunta todos são indesculpáveis, falhamos, mas Deus não falha em proporcionar a oportunidade ao homem em conhece-Lo.


“Sabe de uma coisa? Eu acredito que Deus é meu Pai, sim. Mas eu o vejo em quase todos os lugares. Ele está na cachoeira da minha cidade, está na flor do meu jardim, está nos olhos da afilhada que acabei de ganhar. Para mim, Ele não é um velhinho de barba grande, mas foi Ele é meu.”
Eu acredito que você tem grande desejo de relacionar-se com Deus como filha, mas isso não é o suficiente para ser filho de Deus, é necessário fazer da maneira correta, e a Palavra de Deus nos mostra qual é a maneira correta: "Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem." (I Tm 2 : 5),só através do reconhecimento de nossas falhas e aceitação do sacrifício de Jesus e obediência à Palavra de Deus e ao Seu Santo Espírito é que podemos ser filhos de Deus, é a Cristo que devemos adorar, prestar culto e buscar, fora dEle não há verdadeira paz, nem salvação.
“Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus. O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus.
E, se nós somos filhos, somos logo herdeiros também, herdeiros de Deus, e co-herdeiros de Cristo: se é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos glorificados.”
( Rm 8.14,16,17).
Claro que Deus nunca foi e nunca será um velhinho de barba grande ou coisa assim, Ele é o soberano sustentador do universo, todo poderoso que foi, que é e pra sempre será.
Há um grave problema quando você diz que vê Deus na cachoeira de sua cidade, na flor, nos olhos de sua bela afilhada, o problema é que este pensamento é um conceito panteísta (doutrina que identifica a divindade com o universo), Deus não é tudo, Ele é um ser pessoal que se comunica com o homem, Sua criação é uma forma de proclamar Sua existência e de nos levar a Ele, mas não podemos confundir Deus com o universo, antes de existir o universo Ele já era.

Quando for evangelizar, não menospreze a cultura do outro. Apenas mostre os benefícios da sua e o motivo pelo qual você a segue com tanto fervor. Proporcione à pessoa a possibilidade de sentir o que você sente.”
Minhas palavras não consistiram em ferir a cultura de quem quer que seja, não conheço a sua e não precisei conhecer para expor-lhe a superioridade da mensagem de Cristo. Os maiores benefícios que os filhos de Deus alcançam estão na resposta que, com prazer, escrevi.
O proporcionar às pessoas que leem este blog o que eu sinto não depende só da minha pessoa, tenho a responsabilidade de expor a verdade, agora, quem lê deve fazer sua escolha, Deus nos dá a liberdade de escolher.
No amor de Cristo é que escrevo este post, no ardente desejo que você tenha a certeza de que Deus é pessoal e deseja relacionar-se com você.
Abraço e, escolha a opção correta: Cristo.


"Jesus respondeu, e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada." (Jo 14 : 23)

quarta-feira, 1 de abril de 2009

VOLTA AO BLOG


Quero agradecer a todos que tem visitado o blog, estava de férias e agora voltarei a postar, estou de volta ao trabalho.
Deus abençoe a cada visitante deste espaço, seus comentários são bem vindos, ainda que sejam contrários à visão do artigo proposto.


Abraço a todos,


JP