sábado, 17 de julho de 2010

SUCESSO, GRANDEZA E SUAS EFEMERIDADES

No anti penúltimo Domingo do mês de Junho, 13, aqueles que fazem uso das Lições Bíblicas da CPAD para Escola Dominical, estudaram a Lição de número 11 cujo título é: "A Excelência do Ministério", lição essa que motivou-me escrever este pequeno artigo; no dia que também comemorou-se o dia do Pastor e a lição foi muito oportuna à data do Domingo, pois tratava de um personagem bíblico, Baruque, que parece ter sido frustrado por não conseguir aquilo que estava em seus planos de grandeza; no capítulo 45 do livro de Jeremias o Senhor, através do Profeta das Lágrimas, indaga a Baruque: "E procuras tu grandezas? Não as procures; pois eis que trarei mal sobre toda carne, diz o Senhor; a ti porém, eu te darei a tua vida como despojo, em todo lugar onde fores" (v 5)

A tal mania de grandeza, e desejo de buscá-la, não é particularidade de Baruque, passados mais de dois mil e quinhentos anos o mesmo sentimento de Baruque continua atuando em alguns crentes, parece que não basta servir ao Senhor e ser recompensado no porvir. O "natural" é ter GRANDES igrejas, GRANDES ministérios, GRANDES templos, um GRANDE patrimônio para a igreja, um GRANDE número de membros, mas infelizmente essa mania provoca, em muitos casos, outros GRANDES e notórios problemas: grande número de pessoas vazias em grandes templos, grande quantidade de pessoas decepcionadas com aquilo que lhe apresentaram como Evangelho, um grande número de crentes que, empolgados com a mania de grandeza, foram frustrados com a grande verdade da cruz que devem carregar.

Grande é o alcance da Cruz para a Salvação, mas dizem ser ela grande para a conquista dos sonhos, de patrimônios e etc.;
Grande é a necessidade de os cristãos mostrarem ao mundo o GRANDE benefício em servir a Cristo;
Grande é a dor de pessoas que perecem na miséria enquanto muitos segmentos evangélicos gloriam-se em inaugurar seus grandes feitos e gastar enorme soma em dinheiro como justificativa para dar "o melhor pra Deus";
Mas louvado seja Deus que maior que tudo aquilo que têm sido feito em desfavor do Evangelho é a graça e benevolência daquele que é, de fato, Grande; Ele sim tem toda a GRANDEZA e nenhuum de Seus pensamentos pode ser impedido, é nEle que tenho esperança que o Brasil se torne um grande celeiro de servos, pois os servos sim serão grandes; nEle que reside minha esperança que a Igreja Evangélica aqui exalte em todo tempo a Grandeza da Salvação imensurável de Cristo manifesta na cruz, e que todas as outras coisas sejam tratadas como devem ser, com a importância devida, mas nunca como prioridade absoluta e com uma grandeza que lhe atribuem mesmo sendo vaidade.

Como escrevi no começo da postagem, pensei em escrever esse post quando li a Lição Bíblica da EBD, então, para encerrar, ficam aqui as palavras do comentarista daquele trimestre: "O sucesso faz o nome do obreiro, todavia não o torna conhecido diante de Deus. Dá-lhe riquzas, porém, não lhe proporciona prosperidade espiritual. Enche-lhe o templo, mas não raro, de crentes vazios. confere-lhe prestígio, entretanto, não lhe aumena a reputação diante daquEle que tudo vê e tudo conhece. Abre-lhe as portas aos poderosos, não obstante, fecha-lhe as do Todo Poderoso. O sucesso faz a Igreja de Laodiceia, mas somente a excelência pode conferir a beleza de Filadélfia e a perseverança de Esmirna. O Sucesso ministerial sem a excelência do Cristo de Deus nada é." ( Pr. Claudionor Correa de Andrade)


3 comentários:

  1. gostei do seu blog vamos nos ajudar a divulgar nossos blogs o meu é.

    http://somostodosmissionarios.blogspot.com/

    vou adicionar o seu no meu blog

    ResponderExcluir
  2. Ola bacana o seu coteodo acesso tambem o meu blog e deixe o seu cometario!
    http://clubdosofthard.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Bom!
    Visita http://www.catarinaleandro21.blogspot.com

    Catarina Leandro

    ResponderExcluir

O PÚLPITO PENTECOSTAL (2)

Se por um lado há falta de preparo por parte de muitos pregadores sobre os púlpitos (leia aqui ), de outro há uma tendência em achar que ...