quinta-feira, 23 de maio de 2013

LÓ E O CUIDADO COM A FAMÍLIA.



Quem não conhece o a história bíblica de Sodoma e Gomorra? Praticamente todos já ouviram. Até não cristãos lembram da mulher de Ló, da estátua de sal.

Fato interessante está no acontecimento que provocou a ida de Ló para Sodoma; o registro está em Gn 13.7-18. Sabemos que havia contenda entre os pastores de Abrão e de Ló. O patriarca, procurando não prejudicar o sobrinho, deu a este a oportunidade de escolher o local para ir, sendo que Abrão caminharia em direção contrária. Pois bem, Ló escolheu as campinas do Jordão, local bem regado, bom aos olhos.

 A escolha de Ló foi firmada a penas no que viu, enquanto Abrão cria em Deus para seu sustento. O sobrinho do patriarca não hesitou em estender suas tendas até a cidade de Sodoma, contudo, não levou em conta que "eram maus os varões de Sodoma e grandes pecadores contra o Senhor", (v. 13).

O escritor bíblico é categórico em afirmar que os varões de Sodoma eram: 
1) maus;
2) grandes pecadores contra o Senhor.

Ora, um homem não pode escolher seu caminho somente por aquilo que seus olhos são atraídos, nunca. Isto está claro na passagem mencionada, ainda mais quando envolve a família toda. Levar filhos, mulher, servos e todo o patrimônio para o meio de um povo mau e que grandemente pecava contra o Senhor é loucura.

Parece-me que é possível aplicarmos a ideia aos dias atuais. Repousa sobre os ombros dos pais a obrigação de educar seus filhos, e isso envolve uma séria de coisas, dentre elas, prover um ambiente adequado para o crescimento familiar. 

Como era para a casa de Ló viver em meio aos Sodomitas? Quais valores defendiam os persistentes pecadores? Quais eram os genros que Ló queria para suas filhas? Falando em genros, eles zombaram de Ló quando afirmou que Deus destruiria a cidade (Gn 19.14). Que influências suas filhas receberam? Talvez aprenderam que poderiam se deitar com o pai, de fato o fizeram depois.

Quanto prejuízo por causa da atitude sem sabedoria de um pai de família! Ao final teve prejuízos financeiros, emocionais, familiares (pois perdeu a esposa) e, por fim, ainda foi envolvido em um incesto com suas duas filhas. Lamentável.

A história bíblica parece ser um advertência para os cristãos quanto às escolhas que fazem e quais os critérios adotados, ainda mais quando envolvem diretamente toda a família. Alguns prejuízos são irreparáveis.

Devemos ser criteriosos quanto ao meio que estamos inserindo nossa família e avaliar a influência do tal sistema sobre os nossos. Ao final, não podemos perder de vista a advertência paulina de Rm 12.2: "Não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente...".


Um comentário:

  1. Paz de Jesus,ao passar pela net encontrei o seu blog, estive a ler as primeiras
    postagens e posso dizer que é um blog fantástico,
    com um bom conteúdo, dou-lhe os meus parabéns.
    Tenho um blog Peregrino E Servo que ficaria radiante se o visita-se,
    e se desejar comente,e se gostar e quiser seguir esteja à vontade, irei retribuir.
    Sou António Batalha seu conservo em Cristo Jesus.

    ResponderExcluir

"PAI-NOSSO - SLIDES PARA LIÇÃO 06, DE JOVENS, CPAD, 2º TRIMESTRE DE 2017

Lição 06 Jovens - "Pai-Nosso" - 2º Trimestre de 2017/ Lições Bíblicas CPAD de João Paulo Silva Mendes Lição 06 Jovens...