sexta-feira, 13 de junho de 2008

REFLITA

" Parece-me hoje que não há uma boa razão para uma pessoa inteligente abraçar a ilusão do ateísmo ou do agnosticismo e cometer os mesmos erros intelectuais que eu cometi. Eu gostaria(...) de ter conhecido então o que conheço agora: Jesus".

Patrick Glynn, ateu que se tornou cristão.

Bom final de semana,

João Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O PÚLPITO PENTECOSTAL (2)

Se por um lado há falta de preparo por parte de muitos pregadores sobre os púlpitos (leia aqui ), de outro há uma tendência em achar que ...