segunda-feira, 21 de julho de 2008

FALE BEM (2)




O Cristão nunca deve seguir o princípio de que se deve falar para agradar a maioria dos ouvintes, não é assim que devemos proceder, o servo de Deus deve falar a tempo, e fora de tempo, tudo aquilo que procede do Senhor (I Tm 2.1-4), quer agrade a todos, quer agrade alguns, quer não agrade ninguém, quando os discípulos foram expulsos de uma cidade por levarem a Palavra do Senhor eles se alegravam grandemente por terem sido achados dignos de sofrerem afrontas por causa do nome de Jesus.
Portanto, nosso alvo sempre deverá estar fixado na centralidade da Palavra de Deus, pois há muitos “ministros” de Deus que por falarem o que o público deseja ouvir tem levado cristãos a se decepcionarem com o Evangelho.
Vejamos agora um pouco do maior exemplo de como se deve falar em público, aquele que obedecia a vontade do Pai e falava tudo quanto o Pai lhe ordenara:


Jesus – O mestre Jesus cresceu em meio aos doutores da lei, como sabemos, foi esquecido certa vez pelos pais que o encontraram no templo conversando acerca das escrituras com adultos, sendo ele ainda um menino. Desde cedo Jesus ouvia o que diziam acerca do reino de seu pai, de como lhes enviaria um messias da descendência de Davi para que reinasse sobre eles, esperavam talvez um revolucionário, um líder que libertaria os judeus do jugo romano mas, quando o Mestre “começou” a falar, aqueles que esperavam que fosse ele o libertar de Israel passaram a vê-lo como alguém que não procedia de Deus, o povo hebreu queria ouvir o lhes agradaria, queriam que o Senhor Deus lhes atendessem segundo seus pensamentos e vontades, não queriam um Messias amoroso e que morresse na cruz, como disse, queriam um libertador que os livrassem do governo romano.
O filho de Deus falava com autoridade: "Responderam os servidores: Nunca homem algum falou assim como este homem."( Jo 7 : 46), disse àqueles que eram responsáveis por guardarem a lei de Deus, de apontarem o caminho para a salvação, que não entravam no reino do Senhor e ainda impediam outros de entrarem, colocavam fardos pesados sobre o povo que nem mesmo os tais doutores conseguiriam carregar, “Então falou Jesus à multidão, e aos seus discípulos,Dizendo: Na cadeira de Moisés estão assentados os escribas e fariseus.Todas as coisas, pois, que vos disserem que observeis, observai-as e fazei-as; mas não procedais em conformidade com as suas obras, porque dizem e não fazem;Pois atam fardos pesados e difíceis de suportar, e os põem aos ombros dos homens; eles, porém, nem com o dedo querem movê-los;E fazem todas as obras a fim de serem vistos pelos homens; pois trazem largos filactérios, e alargam as franjas das suas vestes,E amam os primeiros lugares nas ceias e as primeiras cadeiras nas sinagogas” Mt 23.1-6), aí vem o Mestre dizendo que tinha um fardo leve e suave e que aprendessem dele que era manso e humilde e ainda encontrariam descanso, em Cristo, para a alma, isso não agradava os escribas nem os anciãos que de tão “zelosos” pela lei mosaica e todos os escritos do velho testamento não conseguiram ver que as profecias verotestamentárias se cumpriam ali diante de seus olhos.
E Jesus, sem desejar agradar a indoutos, cultos, fariseus, saduceus ou toda a sociedade daquela época falava daquilo que o Pai lhe mandava, confrontou todos e tudo que opunha a Deus, fez milagres no sábado e mostrou ao povo que o amor ao próximo estava acima da religiosidade (Lc 14.3), entrou na casa de um publicano e mostrou que o amor de Deus estende-se a todos quanto se arrependerem, recebeu uma meretriz e lhe perdoou os pecados demonstrando que Deus olha para o interior do homem e lhe quer salvar.
Jesus não agradou nem aos discípulos em algumas ocasiões, Jesus começou a dizer-lhes que seria entregue nas mãos dos homens e seria morto: "Então chegou junto dos seus discípulos, e disse-lhes: Dormi agora, e repousai; eis que é chegada a hora, e o Filho do homem será entregue nas mãos dos pecadores.Levantai-vos, partamos; eis que é chegado o que me trai " Mt 26.45,46.
Mas, Jesus, foi glorificado pelo Pai por dizer o que sempre recebia de Deus e fazer tudo quanto lhe era dado pelo Senhor, desagradou em alguns momentos os seus seguidores e principalmente os opositores do seu ministério. E o que o Mestre ganhou com isso, com tanta obediência e dureza em muitas de suas palavras?
Ganhou você, por obediência conseguiu religar o homem ao seu Criador, pela observância da vontade do Senhor, e dando-nos Ele o exemplo quer também que falemos como Ele, divulgando seu amor aos que perecem mas também combatendo tudo que se opõem ao seu nome. Nossa obediência a Deus pode não somente nos salvar mas, também salvar os que estão no mundo sem salvação, Felipe obedeceu á voz do Espírito e instruiu o Etíope de Candace no caminho do Senhor, aquele, divulgou a Palavra de Deus aos seus e a salvação foi levada a muitas pessoa através da obediência de Felipe.
Lembre-se sempre das Palavras do Mestre, cuide para observar tudo quanto lhe ordenará, tudo quanto dissermos daremos conta um dia diante dEle pois : "HAVENDO Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho," (Hebreus 1 : 1)



“De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus.” Rm 14.12
em Cristo,
Joao Paulo

10 comentários:

  1. Graça e Paz!

    Interessante que nós, pregadores do Evangelho, ao ministrarmos uma palavra evangelística, temos que mostrar ao ouvinte pecador, o quanto ele é miserável e está afastado de Deus. Para isso, dificilmente agradaremos alguém com nosso dircurso. Portanto, falemos daquilo que é bibliocêntrico, para que tenhamos benevolência da parte de Deus.

    Abraços
    Junior

    ResponderExcluir
  2. Paz irmão Junior,

    Por não gostarem de se posicionarem contra o pecado é que alguns ministros falam o que é agradável, preferem manter a amizade, o bom relacionamento, que pode se perder ao dizer a verdade bíblica, do que falarem a Palavra de Deus.
    A verdade é que daram conta de suas palavras e todos nós também estaremos diante do Senhor para lhe dar conta de nosso atos.

    JP

    ResponderExcluir
  3. Irmão Gabriel,

    Obrigado por passar por aqui.

    Deus o abençoe.

    ResponderExcluir
  4. A PAZ DO SENHOR...

    EU COSTUMO DIZER QUE EXISTEM ANIMADORES E PREGADORES, O ANIMADOR ELE VOLTA VARIAS VEZES NO MESMO LUGAR, PQ ESSA É A FUNÇÃO DELE, O PREGADOR NÃO! ELE VAI ENTREGA A MENSAGEM E NUNCA MAIS APARECE... POR ISSO AQUELES QUE SÃO VERDADEIROS PREGADORES TEM QUE ESTA PRONTO PARA FALAR DA VERDADE DO EVANGELHO

    EM CRISTO

    EDSON DORNA
    WWW.SANTODOSANTOS.BLOGSPOT.COM

    ResponderExcluir
  5. Irmão Edson,

    O problema é que os animadores querem voltar sempre, querem ter agenda cheia e para isso nem sempre é possível falar o que realmente Deus ordena.
    Lembra-se de Micaías?Como o propósito dele era com Deus, o rei não queria ouvi-lo nunca, contudo o profeta fazia a vontade do Senhor independente de agradar o homem ou não.
    Que sejamos tambéma assim.


    JP

    ResponderExcluir
  6. Irmão João Paulo,

    Geralmente quem gosta de pregar, é tentado a imitar "modelos que fazem sucesso". Não é atoa, que existem muitos "covers" de pregadores do Brasil e do exterior por aí. O importante na verdade é que cada desenvolva um estilo próprio e que o objetivo primordial seja anunciar a Palavra de forma que seja entendida por pessoas de todos os níveis culturais. O nosso compromisso é com Deus e não com os homens, mesmo que não caia no gosto popular.

    Parabéns pela postagem.

    ResponderExcluir
  7. Pr Juber,

    E muitos nessa tentativa de imitar, como o Pr disse, se perdem, saem do propósito divino para tentarem agradar a homens, certamente Deus não se agrada disso, com certeza esses ministros precisam se converterem à vontade de Deus, voltarem-se para a Palavra do Senhor para que vidas sejam verdadeiramente salvas, para que o povo cristão tenha uma fé firmada sobre a Rocha.

    Abraço

    JP

    ResponderExcluir
  8. Legal o blog ....
    pricipalmente a parte sobre as materias do inferno ...
    Legal as reportagens e ensinamentos!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  9. Júnior,

    Até que enfim vc apareceu, rsrsrs.
    Obrigado pela participação, leia sempre, no próximo trimestre vamos ter muitas aulas com conteúdo empolgante, alguns polêmicos mas vamos aprender juntos.

    Abraço,

    JP

    ResponderExcluir

O PÚLPITO PENTECOSTAL (2)

Se por um lado há falta de preparo por parte de muitos pregadores sobre os púlpitos (leia aqui ), de outro há uma tendência em achar que ...