segunda-feira, 1 de setembro de 2008

ALGUMAS CONDIÇÕES.



SE
conj. condicional Exprime condição, hipótese; caso: Se vos esforçardes, aprendereis (caso vos esforceis)

A definição acima é dada à conjunção SE pelo dicionário Michaelis, tal palavrinha, como acima está, leva-nos à idéia de que se cumpra uma condição para alcançar algo, e isso está intrinsecamente ligado ao nosso viver não podendo ser dele retirado, podemos ver alguns exemplos: só conseguiremos nos manter de pé (fisicamente) SE nos alimentarmos, alguém só pode ler SE evidenciar esforços em aprender, no nosso caso, a língua portuguesa, só há possibilidade de acessar a internet se houver um computador.
Sabemos que condições nos são impostas diariamente não como forma arbitrária por alguém mas, naturalmente fazem parte do viver e o simples fato de existir nos impõe condições para a continuidade da vida. Sem condições é absolutamente impossível de existirmos, até nossa existência dependeu de uma condição: SE o Senhor não nos formasse não existiríamos; e se há tantos SE, ou condições, para que possamos viver bem socialmente nos nossos relacionamentos com outros seres humanos e com a natureza, certamente existem não poucas condições para que alcancemos, no plano espiritual, no relacionamento com Deus enquanto vivermos e após a morte, uma vida de bonança e de eterno gozo junto ao nosso criador.
A palavra de Deus expressa e nos mostra condições impostas ao homem desde os tempos mais remotos :SE bem fizeres, não é certo que serás aceito? E se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo, mas sobre ele deves dominar.” Gênesis 4.7, isso foi o que Deus disse a Caim quando este apresentou diante do Senhor sua oferta e não foi aceito.
Em Deuteronômio o Senhor colocara diante do seu povo a opção de escolherem o caminho que deveriam seguir, contudo, havia condições para obterem do Senhor a benção: “Eis que hoje eu ponho diante de vós a bênção e a maldição; A bênção, quando cumprirdes os mandamentos do SENHOR vosso Deus, que hoje vos mando;
Porém a maldição, se não cumprirdes os mandamentos do SENHOR vosso Deus, e vos desviardes do caminho que hoje vos ordeno, para seguirdes outros deuses que não conhecestes.” Dt 11.26-28.
É natural que assim seja, condições impostas por Deus e não pelo homem levam-nos à presença do Senhor e a desfrutar da abundante vida reservada àqueles que Lhe obedecerem, em muitas casos vemos como o homem impõem duras leis e pesos sobre o povo de Deus que lhe impedem de caminhar, de cultuar, de servir ao criador com prazer, com alegria, contudo,o Jugo imposto por Jesus é suave e leve, o modo que encontrou o Senhor para ser justo ao distribuir bênçãos foi tão somente impor as tais condições, aos que obedecerem e se sujeitarem ao Senhor receberão dele a benção, os que escolherem trilhar outro caminho também receberam o fruto de seus atos.
O céu está repleto de dádivas e experiências que o Senhor quer que tenhamos enquanto seres viventes aqui terra, veja por exemplo: Deus queria perdoar o povo de Israel e sará-lo e lher oferecer uma vida abundante mas, para isso queria que seu povo fizesse algo mínimo e lhe impôs o seguinte: "E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra." (II Crônicas 7 : 14), humilhar-se, orar, busar ao Senhor, abandonar os erros, atitudes simples que deveriam ser características daqueles que invocavam o nome do Deus de Israel, no entando o criador se viu "obrigado" a oferecer algo em troca da obediência ao seu povo para que não perecessem.

Passaram-se tantos anos e o povo de Deus ainda não conseguia servir ao Senhor com dedicação e prazer, ao longo da história do Antigo Testamento vemos Deus estabelecendo parâmetros e condições para que sua criatura O buscasse e se achegasse ao criador, então o Senhor envia Jesus para oferecer ao homem a oportunidade de salvação mas, novamente lá está a condição para se obter a salvação, Deus uma vez mais quer ajudar o homem a manter comunhão com seu Sustentador e agora bastava somente crer no próprio Deus encarnado e seguir seus mandamentos; em vários textos do Novo Testamento vemos Deus se dirigindo ao homem e lhe oferecendo mais do que lhe é justo dar:
Jesus oferece dar ouvidos aos limitados e pecadores homens: "Ora, nós sabemos que Deus não ouve a pecadores; mas, se alguém é temente a Deus, e faz a sua vontade, a esse ouve." (João 9 : 31);
Jesus oferece vida eterna : "Em verdade, em verdade vos digo que, se alguém guardar a minha palavra, nunca verá a morte." (João 8 : 51);
Oferece o caminho para salvação: "Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens." (João 10 : 9);
Dá ao homem a oportunidade de ser honrado pelo soberano, onipotente e inigualável Deus : "Se alguém me serve, siga-me, e onde eu estiver, ali estará também o meu servo. E, se alguém me servir, meu Pai o honrará." (João 12 : 26);
O Deus encarnado oferece amizade, amizade aos mais ingratos e indiferentes dos seres criados por ele :“Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando." (João 15 : 14);
O Senhor manifestou seu amor de tão grande maneira que se dispôs a esquecer todos nossos pecados, apagar nosso passado e isso é algo que homem nenhum faz por seu próximo, pelo contrário, repetidamente lança em rosto o erro de outrem, mas Deus nos diz assim : "Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo." (II Coríntios 5 : 17), "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça." (I João 1 : 9)
Diante da imensidão do amor de Deus que impôs essas condições para nos abençoar e não para beneficiá-lo, será que estamos dispostos a nos esforçar um pouquinho para honrar o amor do Pai? Ele nunca precisou de nós, nunca foi carente da adoração do homem pois no céu há adoração de incontáveis seres celestiais, Ele sempre será Deus quer o adoremos quer não, Ele só quer ver em nós gratidão e amor por seu sacrifício, as condições são as mínimas possíveis , e isso para alcançar o máximo que o ser humano pode obter: a eterna comunhão com o Altíssimo.
Com certeza o que Deus tem requerido de você é algo que pode lhe oferecer, e isso será para sua felicidade e paz tanto aqui como na eternidade.
Uma última condição, depois de tudo que o Senhor fez Ele ainda quer nos coroar, basta guardarmos sua Palavra e nosso viver, cabe a nós escolhermos o caminho:

"Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa." (Apocalipse 3 : 11)



Joao Paulo

9 comentários:

  1. A paz do Senhor!

    Eu estava precisando de uma mensagem inspirada como essa!
    Como nós dificultamos muitas vezes a nossa caminhada. Não quero dizer que seja fácil seguir a Cristo, sabemos que existem condições para serem praticadas no nosso dia-dia.
    E que é preciso passamos por muitas tribulações, mais isso não significa que nós não temos direito de usufruir das bênçãos do Senhor aqui na terra.
    Pois Ele mesmo disse:
    Disse-lhe Jesus: Não te hei dito que, SE creres, verás a glória de Deus? (Jo 11:40).

    Abraços,

    Francivaldo Jacinto

    ResponderExcluir
  2. Irmão Francivaldo,

    Com certeza não é fácil seguir ao Senhor com toda integridade que é necessária, contudo o Senhor nos capacita a cumprir as condições estabelcedidas por Ele, foi o Senhor Jesus mesmo que prometeu no Evangelho de João que enviaria-nos o Espírito Santo e o mesmo nos guiaria ao Senhor fazendo-nos lembrar de suas palavras e os consolaria, assim, o Espirito de Deus nos ajuda diariamente.
    Deus tem nos capacitado e sempre o fará para alcancarmos o céu,
    Deus abençoe ricamente o irmão.

    JP

    ResponderExcluir
  3. Gostei dessa frase: "Com certeza o que Deus tem requerido de você é algo que pode lhe oferecer, e isso será para sua felicidade e paz tanto aqui como na eternidade". É importante que nos lembremos que, por mais difícil que pareça a nossa situação, as aflições do tempo presente não são para se comparar com a glória que em nós há de ser revelada. É possível servir a Deus neste mundo, pois o que Ele quer é o nosso bem, o nosso aperfeiçoamento, a nossa entrada no céu. E Ele está trabalhando em nossas vidas para isso. Deixemo-lo completar o seu trabalho.

    ResponderExcluir
  4. irmão Paulo, a Paz do Senhor,

    Deus realmente nos capacita para passarmos o que Ele nos permite aqui na terra, como o irmão disse não se pode comparar o que sofremos aqui com nossa recompensa que está guardada para o grande dia do Senhor,Deus deixou registrado em sua Palavra, através de Paulo, que nossa tribulação é leve e momentânea e certamente nós a veremos assim também se olharmos somente para o Senhor.

    Deus abençoe-o ricamente,

    JP

    ResponderExcluir
  5. Maravilhoso e abençoado texto!!!


    Um abraço fraternal e fique na Santa Paz!!!

    ResponderExcluir
  6. Paz do Senhor,

    "Curso de Teologia", obrigado pela participação.

    Abraço,

    JP

    ResponderExcluir
  7. A Paz do Senhor esteja contigo e te abençoe todos os dias de sua vida. Te capacite a cada mais no seu trabalho que é espetacular e que, com certeza servirá de exemplo para muitas pessoas encontrarem à Deus. Como você mesmo disse, não é fácil seguí-lo, mas, é Êle que nos ensina e nos dá força e clareza e segura nossas mãos.Eu ainda não li boa parte de seu trabalho, mas estou gostando muito!!!!!!

    Nilda Mendes

    ResponderExcluir

O PÚLPITO PENTECOSTAL (2)

Se por um lado há falta de preparo por parte de muitos pregadores sobre os púlpitos (leia aqui ), de outro há uma tendência em achar que ...