SEM ARMADURA??




Em dias em que tantos cristãos guerreiam espiritualmente, tanto se fala em amarrar, determinar e tantas coisas ligadas a ações que caracterizam o povo evangélico como soldados em meio a uma batalha, necessita-se de armas, de estarem vestidos de uma armadura para resistir a tudo quanto lhes atacar. Mas, contra quem se dá nossa batalha? Somos mesmo atacados ?
O apóstolo Paulo ao escrever sua carta à igreja do Senhor Jesus na cidade de Éfeso advertiu-os da seguinte forma:

"Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes. Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça; E calçados os pés na preparação do evangelho da paz; Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno. Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus;Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos," Efésios 6.13-18


Paulo fazia uma comparação das armas que nos são necessárias, com o modelo de armadura usada pelos soldados romanos pois, a Bíblia nos relata que estamos sim em uma batalha, contra seres nas regiões celestiais:"Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais." (Efésios 6 : 12), e contra nós mesmos: "Porque o que faço não o aprovo; pois o que quero isso não faço, mas o que aborreço isso faço." (Romanos 6.15) e vv 16-25. Diariamente o cristão é atacado pelo inimigo que quer fazê-lo pecar, distanciá-lo do seu Deus (Ef 6.16b); mas Deus coloca à disposição de seus soldados uma poderosa armadura que, se usada de forma correta o manterá firme durante toda batalha até que aquele que o alistou para Seu exército lhe recompense com inefáveis maravilhas :"O qual recompensará cada um segundo as suas obras; a saber: A vida eterna aos que, com perseverança em fazer bem, procuram glória, honra e incorrupção .Mas a indignação e a ira aos que são contenciosos, desobedientes à verdade e obedientes à iniqüidade;Tribulação e angústia sobre toda a alma do homem que faz o mal; primeiramente do judeu e também do grego;Glória, porém, e honra e paz a qualquer que pratica o bem; primeiramente ao judeu e também ao grego; ( Romanos 1.6-10).
Nesse constante e diário combate o Senhor no adverte a estarmos sempre cingidos com a verdade, e como falta a verdade em alguns servos de Deus, não só verdade no sentido de os lábios não pronunciarem aquilo que é mentira mas, verdade no tocante ás nossas atitudes para com o próximo pois, se dissermos que amamos Deus a quem não vemos, logo, amamos nossos irmãos a quem vemos senão somos mentirosos; também devemos ser verdadeiros quanto á assistência aos pobres pois é mandamento do Senhor que, nos recompensará até por um copo d'água que a algum dos seus pequeninos oferecermos ( Mt 10.42). Não poucas vezes a Bíblia nos exorta á verdade, para que abandonemos a mentira (Ef4.25); para que guardemos os mandamentos do Senhor não sendo mentirosos ( I Jo 2.4);e ainda é clara em dizer que os mentirosos não entrarão no Reino dos céus (Ap 21.8; 22.15).
Outro item da armadura do soldado de Cristo é a justiça, algo também esquecido nos dias atuais, os homens valem-se muito mais de seus interesses, em manipular situações em favor próprio, do que serem justos em todo tempo, ainda que sofra dano o servo do Senhor tem de ser justo( Sl 15.4); mas, para os que anseiam por justiça e por ela lutam, serão saciados pdelo Justo Deus( Mt 5.6).
O Evangelho da paz, que deve ser aquilo que levamos à todos que encontrarmos, tem sido substituído por um evangelho de tribulação, alguns trocam a cruz de Cristo e seu leve fardo por uma religiosidade pesada e que está longe de estabelecer a paz que o Cristo veio trazer aos que estavam separados do Criador, contudo, o verdadeiro soldado do batalhão celeste leva a toda parte o EVANGELHO que põe a criatura em paz com seu Criador a e ainda torna-á na condição de filho, não sendo mais o criador apenas aquele que lhe deu vida mas, um Pai amoroso que conduz ao céu.
A fé, descrita pelo escritor aos Hebreus da seguinte forma: "ORA, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem." (Hebreus 11 : 1), item sem o qual não podemos agradar aquele que nos alistou ( Hb 11.6), tem de estar presente na vida do servo de Deus, intrinsecamente, pois sem ela nem podemos nos alistar nesse exército vencedor quanto mais guerrear por ele sendo vencedores. A fé deve estar alicerçada num único fundamento, Cristo ( I Co 3.11), não há outro e nunca haverá, se a fé não está posta no filho de Deus ela é vã e infrutífera para a vida eterna, alguns que se denominam ministros de Deus levam o povo a exercitarem sua fé em amuletos e tudo quanto lhes seja acessível para manipular o maior número possível de desavisados; uma fé centrada em Jesus e a cada dia acrescida pelo ouvir da palavra de Deus é um escudo através do qual ficamos protegidos contra os dardos no inimigo das nossas almas.
O capacete protegia a cabeça do soldado, parte mais sensível e importante do corpo humano, assim também deve ser também nossa salvação, devemos valorizá-la como bem inegociável e que nunca deve sair de nossa cabeça que dirige todo o corpo, salvação essa que não foi obtida por preço insignificativo mas, que nos foi oferecida não sendo possível pagarmos por ela, nem ainda que esgotássemos todos os recursos do mundo. Fora do sacrifício de Cristo não há salvação (At 4.12),e essa salvação não é exclusiva de etnia, povo ou classe de determinadas pessoas ( At 2.21).
A espada a que Paulo se referia é a Palavra de Deus como mostra o versículo, sem ela é frustrado todo esforço do soldado para se manter vivo em uma batalha, a Palavra de Deus é que nos libertou ( Jo 8.32), e usando-a o soldado de Cristo tem o poder de libertar outros cativos. A espada do Espírito é que nos faz viver na peleja, mas importante do que o alimento para o corpo, sem ela verdadeiramente somos facilmente vencidos (Mt 4.4).
O objetivo dessa postagem é que os leitores sejam despertados para buscarem ao Senhor mais e mais pois ele nos oferece essa ARMADURA para que vençamos e alcancemos a salvação. Vivemos dias de trevas e de relativização da verdade, dias de verdadeira batalha onde necessitamos lutar diariamente, incansavelmente par alcançar a vitória chegando ao final de nossa missão sem tombarmos diante do inimigo. Todas as palavras aqui escritas podem ser resumidas em uma única mensagem: Sem armadura você morre.


"Ninguém que milita se embaraça com negócios desta vida, a fim de agradar àquele que o alistou para a guerra." (II Timóteo 2 : 4)



Em Cristo,



João Paulo.

Comentários

  1. Meu irmão, QUE TEXTO!
    Deus o abençoe e que Ele continue falando através desse blogue.
    http://vedeoscampos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Paz do senhor irmão Silvio,

    Obrigado pela participação e pelo incentivo.
    Deus o abençoe também e use-o através do seu abençoado blog.

    Abraço.

    JP

    ResponderExcluir
  3. A paz do Senhor, Paulo!

    Sem transformação para dentro do ser fica difícil ter armas para lutar, fácil para ser presa do leão.
    Paulo apelou para nossa conscientização, é o que falta. Infelizmente entrar na igreja parece ser vestir uma roupa, um personagem.
    Mesmo assim, oremos para que deus derrame de sua misericórdia e muitos mortos-vivos venham se levantar como soldados prontos para o combate.
    Um ótimo texto
    Em Cristo,
    André Silva - Pernambuco
    www.olhos30.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Irmão André,

    é isso que precisamos, de transformação na vida dos cristãos que estão dentro dos templos, mudança que ocorra de dentro para fora, para que o nome de Cristo seja glorificado nas ações dos seus servos, creio que estamos caminhando para isso apesar de haver muita relativização no meio evangélico, quero pensar que junto de tanto joio está crescendo muito trigo forte, edificados no único fundamento, Cristo.

    Abraço,

    JP

    ResponderExcluir
  5. João Paulo,

    Excelente reflexão que os cristãos deveriam observar. Que Deus continue te abençoando e dando graça.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. Obrigado Pr Juber,
    Que o Senhor continue abençoando-o também.

    JP

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

REVISTA LIÇÕES BÍBLICAS PARA JUVENIS - 3º TRIMESTRE DE 2016

QUEM ERA CALEBE ?

O MEU CÁLICE TRANSBORDA