LOUVOR QUE TOCA




Ontem, após iniciar o culto, como fazemos em todos, cantamos dois hinos da harpa cristã, um deles é o que descrevi abaixo, ele nos fala do anseio do compositor em estar, em chegar ao céu, em ver a face daquele que nos chamou das trevas para sua maravilhosa luz.
Há em nós, ainda que passemos por bons momentos aqui e alguns tenham uma vida mui confortável e abastada, um desejo de estarmos na glória com nosso Salvador, esse desejo nunca acabará enquanto vivermos, diariamente nossa alma anseia pelo Senhor mais do que os guardas pela manhã. Não podemos esperar somente nesta vida mas, temos que crer com toda convicção que o céu é real e nos espera, temos que nos voltar ao que a palavra do Senhor diz, que se esperamos somente nesta vida somos os mais miseráveis dos homens, e não somos pois, a nossa esperança está no amanhã que nos aguarda, temos perdido a nossa vida por amor ao Senhor para achá-la na glória("Porque aquele que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim, achá-la-á." Mt 16.25).
Pense no céu, almeje o céu, ele é conquistado a força, pela nossa fé e dedicação a Deus, através de lágrimas e sofrimentos, mas como disse Paulo, a nossa provação é leve e momentânea, se comparada à glória que nos aguarda todas as coisas terrenas são inexpressivas. Faça-mos como o compositor deste belo cântico, sonhemos com a recompensa que nos aguarda no Senhor e deixemos Deus nos tocar enquanto O louvamos.

"Quão glorioso, cristão, é pensares
Na cidade que não tem igual,
Onde os muros são de puro jaspe.
E as ruas de ouro e cristal;
Pensa como será glorioso
Ver-se a triunfal multidão.
Que cantando, aguarda a chegada
Dos que vencem a tribulação.

Pensa como será glorioso
Ver o rio da vida e luz,
Cujas margens juncadas de lírios,
São a glória de nosso Jesus;
Haverá lá perpétua aurora,
Pois Deus mesmo a alumiará;
E o Cordeiro, com Sua esposa,
Noite e dia resplandecerá.

Pensa na celestial melodia
Que a terra encherá, de Beulá;
E das harpas a doce harmonia
Ao passar o Jordão se ouvirá.
Mesmo em dores que levam à morte,
Sê constante, não voltes atrás,
Tua herança, tua eterna sorte,
É Jesus, o Fiel, o Veraz.

Se é glorioso pensar nas grandezas,
Nos prazeres que acodem aqui,
Qual será desfrutar as riquezas
Que esperam os salvos, ali?
Os encantos do mundo não podem
Ofuscar essa glória dalém;
Não almejas viver, ó amigo,
Nessa formosa Jerusalém? "

Em Cristo,

Joao Paulo Mendes.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

REVISTA LIÇÕES BÍBLICAS PARA JUVENIS - 3º TRIMESTRE DE 2016

QUEM ERA CALEBE ?

O MEU CÁLICE TRANSBORDA