segunda-feira, 19 de maio de 2008

O MEU CÁLICE TRANSBORDA


Ao ler um livro do Max Lucado, me deparei com um versículo do Salmo 23, o qual sempre li e nunca havia me detido em examinar qual o significado real daquele verso, o que vi nessas palavras, o seu real sentido é que elas demonstram uma vez mais a real graça de Deus, Davi escrevia sobre o amor indescritível do Senhor e sua constante atuação para nos manter em sua presença, Deus sempre nos dá motivos para estarmos em sua presença, seu desejo é que nós tenhamos comunhão com Ele o dia todo, Seu amor é tão grande que ofereceu Seu filho em nosso favor, tudo isso, para que pudéssemos estar com Ele eternamente.
Você tem visto o que Deus tem feito por você, para que não saia da presença dEle?
O Senhor tem prazer em te ter à mesa desfrutando de tudo aquilo que Ele pode oferecer aos que lhe são filhos, mesmo que ainda a mesa seja posta no deserto.
Leia o trecho extraído do livro Aliviando a Bagagem, e se você tem pensado em se levantar da presença do Senhor, pare, pense, veja que o que Ele nos oferece à mesa não vamos encontrar em lugar algum.



Um cálice transbordante é um cálice cheio?
Absolutamente. O vinho atinge as bordas e derrama-se pelas beiradas.A taça não é grande o suficiente para conter a quantidade. De acordo com Davi, nosso coração não e grande o suficiente para conter as bênçãos que Deus nos quer dar. Ele despeja e despeja, até que elas literalmente fluam por cima da borda e se derramam sobre a mesa. Você gostará do parágrafo escrito um século atrás por E. B. Meyer:
Qualquer que seja a bênção em seu copo, ele certamente transbordará. Com Ele, o bezerro é sempre o bezerro cevado; o manto é sempre o melhor manto; a alegria é indizível; a paz, além do entendimento... Não há relutância na benevolência de Deus; Ele não mede a sua bondade como um farmacêutico conta as suas gotas e mede as suas gramas, vagarosa e precisamente, gota a gota.
O modo de Deus é sempre caracterizado por numerosa e transbordante generosidade.
A última coisa com que devemos nos preocupar é com não ter o suficiente. Nosso copo transborda de bênçãos.
Deixe-me fazer uma pergunta - uma pergunta crucial. Se o concentrar-nos em nossos itens reduzidos leva à inveja, o que aconteceria se nos concentrássemos nos itens intermináveis? Se a consciência do que não temos cria a cobiça, seria possível a consciência de nossa abundância levar ao contentamento?
Vamos fazer uma tentativa e ver o que acontece.Vamos dedicar algumas linhas a um par de bênçãos que, de acordo com a Bíblia, estão transbordando em nossas vidas.
Graça abundante. "Onde o pecado abundou, superabundou a graça" (Rm 5.20, ). Abundar é uma abundância, um excesso, uma porção extravagante.
Poderia um peixe no Oceano Pacífico preocupar-se em ficar sem oceano? Não. Por quê? O oceano abunda com água. Precisa a cotovia ficar ansiosa em achar espaço no céu para voar? Não. O céu abunda com espaço.
Deve o cristão preocupar-se com a possibilidade de o cálice da graça ficar vazio? Ele pode. Pois pode não estar consciente da abundante graça de Deus. Você está? Você está consciente de que o copo que Deus lhe deu transborda de misericórdia? Ou você está temeroso de que o seu copo se seque? Sua garantia vai expirar? Você teme que os seus erros sejam grandes demais para a graça de Deus?
Não podemos evitar inquirir se o apóstolo Paulo tinha o mesmo temor. Antes de ser Paulo, o apóstolo, ele foi Saulo, o assassino. Antes de encorajar os cristãos, ele matou cristãos. Como seria viver com um passado desses?
Ele sempre encontrava crianças a quem tinha feito órfãs? Suas faces povoavam o seu sono? Paulo sempre perguntava: "Pode Deus perdoar um homem como eu?"A resposta à indagação dele e à nossa encontra-se na carta que ele escreveu a Timóteo: "E a graça de nosso Senhor superabundou com a fé e o amor que há em Jesus Cristo" (1 Tm 1.14).
Deus não é avarento com a sua graça. Seu copo pode estar baixo de dinheiro ou influência, mas está transbordando de misericórdia. Você pode não ter o primeiro lugar nos encontros , mas você tem perdão suficiente. "Grandioso é em perdoar" (Is 55.7). Seu cálice transborda de graça. Esperança. E porque assim é, o seu cálice transborda de esperança."Ora, o Deus de esperança vos encha de todo o gozo, e paz em crença, para que abundeis em esperança pela virtude do Espírito Santo" (Rm 15.13).
Como a luz inundando o porão, a esperança de Deus inunda o seu mundo. Por cima da doença, Ele faz brilhar o raio da cura. Para o enlutado, Ele dá a promessa do reencontro. Para a morte, Ele acende a chama da ressurreição. Para o confuso, Ele oferece a luz das Escrituras.
Deus dá esperança. E se alguém nasceu mais magro ou mais forte, mais claro ou mais escuro que você? Por que contar diplomas ou comparar currículos? O que importa se eles têm um lugar à cabeceira da mesa? Você possui um lugar à mesa de Deus. E Ele está enchendo o seu copo até transbordar.
O copo transbordante era um forte símbolo nos dias de Davi. No antigo Oriente, os hospedeiros usavam-no para enviar uma mensagem ao hóspede. Enquanto o copo permanecesse cheio, o hóspede sabia que era bem-vindo. Mas quando o copo ficava vazio, sugeria ao hóspede que a hora era tardia. Naquelas ocasiões em que o hospedeiro realmente apreciava a companhia da pessoa, ele enchia o copo até transbordar. Ele não parava quando o vinho atingia a borda; ele continuava despejando até que o líquido escorresse pelas beiradas do copo e se derramasse na mesa.
Você já notou como a sua mesa está molhada? Deus quer que você fique. Seu cálice transborda de alegria.
Transborda de graça. Não deve o seu coração transbordar de gratidão?
Em Cristo,
Joao Paulo Mendes

9 comentários:

  1. amigo ta uma bençao esse blog aki...
    continue asssim...
    q Deus possa continuar derramando da graça e do poder dele sobre sua vida...
    abraçooo
    lemuel
    ps...to gostando muito do conhecimento aki adquirido :)

    ResponderExcluir
  2. Irmão Lemuel,

    Graças a Deus que você tem sido abençoado por esse meio de comunicação, que o Senhor continue a nos dar graça para divulgarmos o seu Evangelho.

    Joao Paulo

    ResponderExcluir
  3. Caro irmão João Paulo, a paz do Senhor.

    Sou muito grato a Deus por ter me concedido a graça de conhecer a Blogosfera Evangélica, onde tive a honra de conhecer nobres irmãos em Cristo, como o amado.

    Digo nobres me lembrando da passagem de At 17:11, onde Paulo chama os irmãos de Beréia de nobres em excelência, pois os mesmos tinham a Palavra de Deus como regra maior de fé e consulta constante. Você e vários outros irmãos em Cristo que conheci pelos blogs são verdadeiros exemplos atuais de bereianos.

    Diante de tão grande graça de Deus, qual seja, de minha pessoa estar incluída neste seleto grupo, só posso dizer que meu cálice está transbordando de bênçãos e alegrias.

    Glórias à Deus!

    Parabéns pelo blog. Deus o abençoe grandemente, bem como a toda sua família. Amém.

    Abraços fraternos.

    Anchieta Campos

    ResponderExcluir
  4. Amado irmão Anchieta,

    Muito me alegra sua presença aqui, principalmente as palavras que o irmão tem escrito.Como os nobres de Beréia temos conhecido muitos outros através da blogosfera cristã, com certeza o irmão está entre os tais, assim como outros que conhecemos.
    Creio que o Senhor tem mudado o conceito de muitos crentes no Brasil através desse meio de divulgação da Palavra, a blogosfera, e o Reino do Senhor tem sido engrandecido.

    ResponderExcluir
  5. Que Deus continue abençoando vocês, é dificil na internet encontrar pessoas serias e com propositos como ak, cotinuem dando lugar a Deus e Ele será a cada dia glorificado atraves de nossas vidas.

    um grande abraço a todos meus queridos irmãos e a paz do Senhor Jesus!

    ResponderExcluir
  6. joao paulo a paz do Senhor.

    Que o Deus de infinitas misericordias continue
    nos abençoando.
    Em nome de JESUS.

    ResponderExcluir
  7. TEM UMA MÚSICA QUE HÁ ALGUNS ANOS TEM ME ENCHIDO AINDA MAIS DE FÉ NOS MOMENTOS EM QUE ME ENCONTRO UM TANTO DESANIMADA COM ALGUMAS COISAS,É AQUELA "A MARCA DA PROMESSA". NO FINAL DESSA MÚSICA TEM O TRECHO DO SALMO 23 E SOMENTE HOJE PRESTEI ATENÇÃO NOS VERSOS. EU JÁ O CONHECIA, MAS NUNCA PAREI PRA PENSAR O QUE SIGNIFICAVA "O MEU CÁLICE FAZ TRANSBORDAR" E AGORA QUE LI O QUE ESCREVERAM ACIMA, FIQUEI AINDA MAIS FELIZ DE SABER DA BONDADE DE DEUS COMIGO E COM TODOS. A CADA DIA PERCEBO QUE NÃO É SÓ DEUS QUE TEM QUE SER FIEL, MAS SOMOS NÓS QUE LENDO TAIS COISAS, DEVEMOS, AINDA QUE COM DIFICULDADES MOMENTÂNEAS (PORQUE ELAS NUNCA SÃO PRA SEMPRE), MANTER NOSSA FIDELIDADE COM QUEM SÓ NOS OFERECE AMOR.

    ResponderExcluir
  8. Querido irmão em Cristo, nunca havia parado pra meditar nesse versiculo,e agora percebo a importância desse verso Bíblico, Parabéns por essa postagem, é muito edificante e me ajudou muito, que Deus continue te usando e que sua vida continue trasbordando da graça e benção do Senhor.

    ResponderExcluir
  9. Tinha uma curiosidade sobre um determinado assunto neste salmo. Fiz muitas pesquisas na Internet e encontrei vários comentários que não passavam de meras criatividades mentais; totalmente fora do verdadeiro espírito de Davi quando o escreveu. Que Deus lhe abençoe! Muito obrigado pela luz.

    ResponderExcluir

O PÚLPITO PENTECOSTAL (2)

Se por um lado há falta de preparo por parte de muitos pregadores sobre os púlpitos (leia aqui ), de outro há uma tendência em achar que ...